CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

ACADEMIA DE LETRAS HUMBERTO DE CAMPOS

Vila Velha – ES


Nas fotos: Clério José Borges e Valsema Rodrigues; Clério e Andra Valadares; Valsema, a Presidenta Regina, Getúlio Marques e Clério


DA ORIGEM

ANTECEDENTES

A Academia de Letras Humberto de Campos é a entidade literária máxima de Vila Velha (cidade do Espírito Santo), e congrega os representantes das Letras da cidade.

O silogeu vilavelhense foi fundado originalmente como CENTRO ACADÊMICO em junho de 1940, e suas atividades tiveram início com a publicação de um periódico, "BRASIL NOVO". Depois de um breve espaço sem funcionamento, ressurgiu com o nome de Centro Cultural, sendo a denominação original retomada com a iniciativa de escritores locais

Seus fundadores eram todos estudantes dos cursos normal e secundário.

Eram eles: Ailton de Almeida, Alberto Isaias Ramires, José da Penha Filho, Décio Gonçalves Lima, Mario Wilson de Barros, Francisco Krauser Martins, Mauro Pereira, Gutemberg Ademar Ramires, Jair Leão, Gildásio Rangel, Regina de Almeida e Aquino Araújo, que, quatro anos depois, morria nos campos de batalha, na Itália, como integrante da FEB.

A primeira reunião do Centro Acadêmico ocorreu na residência de João Ramires da Costa, sendo por ele presidida na condição de Presidente de Honra unanimemente escolhido. Presentes, também, à reunião, os senhores Manoel Nunes Leão (Tabelião) e Jocel Militão.

Nesta ocasião chegaram a criar um jornalzinho literário  com o nome de "BRASIL NOVO". Era manuscrito, sob a coordenação de Isaias Ramires e Ailton de Almeida. Nele prestou colaboração o cronista Ciro Vieira da Cunha.

Por motivos diversos quis o destino que o grupo se dispersasse, e, pouco depois de um ano, o Centro Acadêmico deixava de existir nascendo em 07 de março de 1948 o CENTRO CULTURAL 'HUMBERTO DE CAMPOS'.

Participaram da fundação da nova Entidade: Jaime Duarte Nascimento, Ailton de Almeida, Alberto Isaias Ramires, Antônio Pinto Rodrigues, Sebastião Pinto de Carvalho, Telmo do Couto Teixeira e Paulo Mares Guia.

Na tarde de 03 de janeiro de 1954, foi lançada a pedra fundamental para a construção da sede, na rua 23 de Maio, cujas obras só ficaram concluídas em outubro de 1957.

 

FUNDAÇÃO - No dia 02 de Setembro de 1954, os integrantes do CENTRO CULTURAL resolveram fundar uma Academia de Letras. Assim a Assembleia Geral de Fundação ocorreu no referido dia (02/09/1959). O Centro Cultural transforma-se na ACADEMIA DE LETRAS HUMBERTO DE CAMPOS. Presentes à reunião: Antônio Pinto Rodrigues, Saturnino Rangel Mauro, Paulo Mares Guia, Antônio Gil Velozo, Inocêncio da Cunha Padrão, Vicente de Oliveira e Silva, Dijairo Gonçalves Lima, José Moraes, Mário Ribeiro, Julião Miranda Pinto, Sebastião Pinto de Carvalho e Henrique Rimolo.

 

Fonte: livreto sobre a História da Academia de Letras Humberto de Campos lançado no ano de 1991.



Diretoria eleita em março/2011:
Presidente: Regina Lúcia Pinto Rangel
Vice-Presidente: Andra Valladares
Secretário: Ricardo Salvalaio
Tesoureiro: Paulo De Paula
Conselho Fiscal: Horacio Xavier, José Roberto de Oliveira e Walter de Aguiar Filho



VOLTAR


Copyright © 2012 - All Rights Reserved: CJBS