CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

BODAS
(Aniversário de Casamento)

A palavra Boda, que significa comemoração, (pronuncia-se "bôda"), é designada para comemorar aniversário de casamento em determinados anos. Aqui no Brasil. é costume dizer Bodas no plural. As bodas de prata (vinte e cinco anos) e de ouro (cinqüenta) são as mais conhecidas e comemoradas.

Todas as datas e aniversários são importantes para os casais felizes. Mas enquanto as comemorações dos primeiros aniversários de casamento passam-se na intimidade com trocas de presentes e programa a dois, as bodas maiores (a partir das bodas de prata) assumem um caráter eminentemente social. É quando a comemoração exige maior brilho e maior destaque. Não só a família, mas todos os amigos são convocados para participar do acontecimento.

Clério José Borges de Sant Anna e Zenaide Emília Thomes Borges comemoraram 25 anos de casados, no dia 17 de fevereiro de 2004. Uma linda celebração realizada na Igreja São Paulo Apóstolo, localizada em Eurico Salles, Carapina Serra - ES. A celebração foi do Padre Pedro Camilo. Confira as fotos da Festa. AQUI

A celebração na Igreja requer montar uma certa estrutura, com participação da Comunidade Católica e amigos e parentes. Veja o Modelo de Celebração a ser realizada na Igreja Católica, com sugestões de textos que você poderá adaptar para o seu caso e sugetões de cantos. AQUI

. Anel de Bodas (aliança) - Na comemoração das bodas de prata, durante a cerimônia religiosa, há a bênção e a troca das alianças, que podem ganhar um filete de platina ou de ouro branco. Nas bodas de ouro as alianças em geral não mudam, mas nada impede que o casal escolha acrescentar um detalhe, como um brilhante no anel da mulher.

. Bolo de bodas - O bolo de bodas deve ter um detalhe prateado ou dourado na cobertura, no prato ou ao menos na toalha da mesa. Também se usa colocar no bolo vinte cinco ou cinqüenta velas, que o casal apaga, cercado pelos filhos e netos. Outra opção é pedir aos filhos e netos que soprem as velas. Em festas refinadas, no final os convidados recebem lembrancinhas em embalagens prateadas ou douradas. Dentro, um bombom ou amêndoas açucaradas, acompanhados de um cartãozinho agradecendo a presença. Podem já estar diante de cada lugar na mesa ou colocadas numa linda bandeja ou cesta e ser entregues na saída por um garçom.

. Cerimônia de bodas - A cerimônia de bodas de prata e de ouro na igreja se assemelha a um casamento, mas com a participação ativa de filhos e netos. Depois, quase sempre se oferece uma recepção. Casais que não praticam uma religião em geral comemoram as bodas com um coquetel, um almoço ou um jantar. Quando há uma cerimônia religiosa, ela é antes da festa e segue os princípios básicos do casamento, com as seguintes diferenças: a) Os netos abrem o cortejo até o altar, seguidos pelos filhos, noras e genros. O casal entra logo a seguir, mantendo uma pequena distância. Se houver espaço, todos ficam no altar. Caso não haja, os filhos ficam no altar e os netos se sentam na primeira fila de bancos.  b) A mulher entra pela nave central da igreja pelo braço direito do marido. c) Durante a cerimônia de bodas de prata há a bênção e a troca das alianças. d) Na saída, atrás do casal vão os netos e por fim os filhos. e) Quando não têm filhos, marido e mulher entram e saem sozinhos. // A roupa do casal - O mais usual é a mulher optar por um traje que puxe para o cinza ou branco nas bodas de prata e para o amarelo ou champanhe nas de ouro. As jóias ideais são de ouro branco (ou prata) e de ouro amarelo conforme a data. Nas mãos, flores coloridas ou claras com detalhes prateados ou dourados. O homem veste fraque ou terno.

. Convite de bodas - Se o casal tem filhos, eles convidam. Havendo netos e bisnetos, o nome deles pode ser incluído. O texto segue os mesmos moldes de um convite de casamento.

. Presentes de bodas - Na comemoração de bodas, os casais não fazem lista de presentes. Como já têm casa montada, costuma-se mandar um arranjo de flores. Objetos de decoração e livros também sãoindicados para a ocasião. Alguns casais enviam dentro do convite um cartãozinho num envelope em branco sugerindo donativos: "Carlos Silva e Maria Clara Silva gostariam que as flores e os presentes que possam vir a receber sejam substituídos por donativo, em cheque nominal, ao Lar de Jesus, que deve ser colocado neste envelope e entregue na entrada da igreja (ou do salão da recepção)"

. Lua de Mel - Nas comemorações das Bodas de Prata, Pérola e de Ouro é comum ser realizada uma Nova Lua de Mel - A tradição do nome - Conta-se que na antiguidade, quando os casais se casavam e iam para casa para a noite de núpcias, os familiares e amigos desenhavam uma lua com mel à porta da casa para dar sorte. A lua-de-mel é um período de celebração entre o casal. Fazem-se viagens de sonho e vivem-se momentos únicos e inesquecíveis. Há quem afirme que este feliz período da vida, teve a sua origem numa antiga tribo germânica, na qual era hábito o casal beber uma mistura de água e mel, denominada hidro-mel, durante quatro semanas e sempre ao luar. Existe ainda uma outra versão que diz que na antiga Roma, o povo espalhava gotas de mel na soleira da casa dos recém-casados. Daí surgiu a conjungação da Lua de Mel.


Copyright © 2012 - All Rights Reserved: CJBS