CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR
, Espírito Santo -  Brasil.   .

DICAS DE SEGURANÇA
  • VOCÊ VAI ENCONTRAR NESTA PÁGINA:
  • CLÉRIO JOSÉ BORGES - O ESCRIVÃO
  • DICAS ESPECIAIS DE SEGURANÇA DO PATRIMÔNIO - SEGURANÇA PESSOAL
  • DICAS DE SEGURANÇA DE VEÍCULOS - SEGURANÇA DE CONDOMÍNIOS
  • DICAS PARA PROTEÇÃO PESSOAL - PRINCIPAIS CUIDADOS COM AS CRIANÇAS
  • ALERTA CONTRA DROGAS: SINTOMAS MAIS COMUNS E TIPOS DE DROGAS
  • CONSELHOS ÚTEIS


    CLÉRIO JOSÉ BORGES
    O Escrivão

    Clério assumiu o cargo de escrivão de Polícia a 28 de maio de 1975. Em 28 de maio de 1985 completava Dez anos e em requerimento datado de 16 de Outubro de 1985, requeria Gratificação adicional por Tempo de serviço, de acordo com o artigo 94 da Lei 3. 400, de 14 de Janeiro de 1981. Em 28 de maio de 2003, Clério completa 28 anos de Serviço Público, exclusivamente como Escrivão de Polícia.

    No Jornal Correio Popular, publicado na semana de 25 de novembro a 01 de Dezembro de 1983 é publicada uma reportagem com o título: "Delegado atua sem condições de trabalho", onde aborda que "mesmo enfrentando dificuldades, a começar pelas condições humanas e materiais, o titular da Delegacia do Centro da Capital, Bacharel José Duarte Martins, está superando as adversidades e vem realizando trabalho dos mais elogiável (...) contando com a dedicação e o apoio dos seus comandados, entre estes está o professor Clério José Borges de Sant'Anna."

    Em Fevereiro de 1983, o Jornal Correio Popular publica na seção "Correio do Leitor", carta datada de 1º de Fevereiro de 1983, OF. N.º 095/83, do Delegado Especializado em Crimes Contra a Administração Pública e Economia Popular, Bel. José Duarte Martins, solicitando que o Jornal oriente as pessoas que estiverem comprando carnes deterioradas a procurarem a Delegacia para registrarem queixa. No final consta: Clério - Escrivão.

    O Jornal A Gazeta, de 29 de Janeiro de 1983, publica reportagem com o título: "Apreendidos 50 quilos de chocolate estragado", constando da matéria o seguinte: "Cinquenta quilos de chocolate deteriorado foram apreendidos ontem à tarde, no Mercado de Chocolate, na avenida Princesa Isabel em Vitória, e levados para exames laboratoriais na Secretaria de Saúde. A Apreensão foi realizada por dois fiscais da Secretaria de Saúde e por policiais da Delegacia de Crimes contra a Economia Popular, comandados pelo Comissário José Duarte Martins, o proprietário poderá ser enquadrado no artigo 272 do Código Penal Brasileiro. A queixa crime foi apresentada pela advogada Lindinalva Marques da Silva que comprou duas caixas do chocolate Nhá Benta, da marca Kopeinhagem e constatou que a mercadoria estava com visíveis vestígios de mofo. As caixas estavam com a data limite para a comercialização vencida desde 22 de novembro do ano passado. A Apreensão foi realizada pelos fiscais César Pitanga e Augusto, da Secretaria de Saúde e os Policiais Clério Borges, José Boldrine e Ideilson de Jesus."

    Em 29 de abril de 1986, Clério encaminha ofício ao Chefe de Polícia Civil comunicando ter assumido a função gratificada de Chefe de Seção de Pessoal, FG 1, da Casa de Detenção, SPJ , Polícia Civil, conforme Portaria N.º 180 P, de 28 de abril de 1986, publicada no Diário Oficial de hoje, dia 29 de abril. A chefia foi a primeira função gratificada de Clério na Polícia Civil, 11 anos após ter começado a trabalhar na Polícia. A indicação para o cargo foi do amigo, saudoso Delegado, Gercino Cláudio Soares.

    No dia 1 de Abril de 1991, por estarem os Peritos da Polícia Civil do Espírito Santo em greve, Clério foi solicitado a funcionar como perito Ad Hoc. Eis o que consta do documento: "Ao primeiro dia do mês de abril do ano de mil novecentos e noventa e um e no Cartório da Delegacia de Crimes Contra a Vida onde presente se achava o Bel. Gercino Cláudio Soares, Delegado de Polícia, pelo mesmo foi solicitado que, em vista da necessidade de serem desenterrados dois corpos em Itanhenga Dois, colocados em cova rasa e por estarem os peritos Oficiais da Polícia em greve, seriam nomeados dois peritos ad hoc, tendo se apresentado para realizarem os trabalhos periciais as pessoas de Clério José Borges de Sant'Anna, Brasileiro, Casado e com a função de Escrivão de Polícia e o Investigador Acírio Porfírio, Brasileiro, Casado, ambos sendo encontrados na av. Nossa Sra. Da Penha, 2. 290 - Bairro Bomba - Vitória - ES. Sabendo ler e escrever. Tendo os peritos Ad Hoc aceitado a incumbência, comprometendo-se a bem e fielmente realiz arem os trabalhos periciais, sem dolo e sem malícia. Dada e passada nesta cidade de Vitória, ao 1º dia de Abril de 1991. Seguem as assinaturas dos dois peritos.

    Clério José Borges foi Escrivão de Polícia da Delegacia de Polícia de Jacaraípe onde foi lotado em Outubro de 2001
    O delegado na época, em 2001, era o Dr. Ary Roosevelt Rocha. Despois assumiu a Dra. Rosimary Rodrigues Lima e o Dr. Izaías Tadeu Vieira da Silva.

    Clério José Borges aposentou-se como Escrivão de Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, pela Portaria N.º 081, de 18 de Janeiro de 2011, publicada na página 05 do Diário Oficial do Estado do Espírito Santo do dia 20 de Janeiro de 2011, onde consta, "aposentadoria por tempo de contribuição, a partir de 17 de Setembro de 2010, (...), computados 37 anos, 02 meses e 19 dias de Tempo de contrinuição. (...) Processo 01901621".



    DICAS GERAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA

    1 SEGURANÇA DO PATRIMÔNIO

    1.1 Proteção da Residência

    ·         não comente sua viagem perto de pessoas estranhas.

    ·         comunique sua ausência a um vizinho de confiança, fazendo contato com este constantemente para saber se está tudo em ordem.

    ·         em ausências prolongadas peça a um parente ou vizinho para visitar sua casa, para demonstrar a presença de pessoas (abrir janelas, regar jardim, recolher correspondência).

    ·         suspenda a entrega de jornais, revistas, gêneros alimentícios.

    ·         não deixe jóias ou dinheiro dentro de casa, mesmo que seja dentro de um cofre. Utilize cofre de bancos.

    ·         não deixe as luzes acesas durante o dia, pois isso significa ausência de moradores.

    ·         evitar o aspecto de abandono.

    ·         só deixe a chave de sua residência com pessoas de absoluta confiança.

    ·         evite colocar cadeados no lado externo do portão. Isto poderá denunciar a ausência de seus moradores.

    ·         desligue a campainha, assim você deixa em dúvida quem a quiser usar para apenas verificar se o proprietário está ou não em casa.

    ·         feche as portas e janelas com trincos e trancas. Reforce a porta da frente com fechaduras auxiliares, de preferência as do tipo fechadura quádrupla.

    ·         se possível, instale um aparelho de fotocélula para acender e apagar as luzes externas à noite e de dia, respectivamente.

    ·         combinar com vizinhos códigos de emergência para sinalizar situações de perigo.

    ·         antes de abrir o portão de sua residência, principalmente à noite, procure verificar nas imediações se não há nenhum indivíduo em atitude suspeita.

    ·         se possuir animal (cachorro), deixá-lo, durante à noite, solto no quintal.

    ·         ao sair de viagem, procure carregar seu veículo dentro da garagem, evitando que pessoas estranhas percebam que você irá se ausentar.

    ·         instale grades na janela, alarmes, olho mágico etc. e habitue-se a usar estes recursos à noite ou quando a casa estiver vazia.

    ·         não abra a porta para receber pessoas que se apresentam para oferecer serviços não solicitados (encanadores, eletricistas, empregadas domésticas etc.). É útil o uso do interfone.

    ·         as crianças devem ser orientadas para não abrir a porta para estranhos, nem tampouco trazê-los à sua casa sem sua autorização.

    ·         contrate empregados somente quando souber de seus antecedentes ou tiver referências, procurando sempre saber seu endereço ou de seus parentes.

    ·         suspeitando que algum indivíduo estranho se encontre dentro de sua residência, não entre. Chame sempre a Polícia Militar através do fone 190.

    ·         tenha anotado em local seguro o número de série de seus bens (TV, vídeo, som, armas, relógios, eletrodomésticos etc.). Em caso de furto transmita estes dados ao Policial Militar que atender a ocorrência. As chances de recuperá-los serão maiores.

    ·         o ideal é que o medidor de água e de luz fiquem do lado fora de sua casa (quintal). Se não for possível, peça para os funcionários que se identifiquem mostrando os documentos. Comprove junto à empresa correspondente, caso venha a desconfiar da identificação. Peça para sua vizinha ficar olhando do lado de fora enquanto estiver sendo feita a verificação. Em caso de dúvida não deixe entrar, esse cuidado evitará surpresas desagradáveis.

    ·         não deixe recados ou notas escritas na porta quando se ausentar.

    ·         tenha sempre à mão um caderno de telefones úteis a serem acionados em caso de emergência (Unidade Policial mais próxima, Bombeiros, serviço de ambulância, familiares, etc.).

    1.2 Proteção do Veículo:

    ·         levante os vidros, tranque as portas e porta malas quando se afastar do veículo, mesmo que seja por um minuto.

    ·         nunca deixe chaves sobressalentes e documento de transferência dentro de seu veículo.

    ·         procure deixar seu veículo em estacionamento de confiança e vigiado, evitando locais ermos e escuros.

    ·         instale sistemas de proteção, tais como alarmes, bloqueadores etc.

    ·         nunca deixe objetos de valor sobre os bancos.

    ·         ao parar em semáforos, mantenha os vidros levantados e fique alerta à aproximação de pessoas ou veículos suspei tos (lembre-se: nem toda pessoa bem vestida é de bem), mantendo-o engatado sempre em 1ª marcha e distante do veículo da frente, o suficiente para arrancar em caso de emergência.

    ·         evite ficar conversando ou namorando no interior de veículo parado.

    ·         não abra os vidros para vendedores ambulantes, que muitas vezes podem ser assaltantes disfarçados.

    ·         esteja sempre arta à ação dos guardadores de veículos, encontrados principalmente nas imediações de casas noturnas, salões de festas e casas de shows.

    ·         procure fazer reparos e/ou trocas de pneu em locais seguros. É mais barato estragar um pneu rodando furado, do que ter seu veículo roubado.

    ·         planeje seu itinerário, principalmente à noite. Tenha sempre combustível para ida e volta.

    ·         à noite, antes de adentrar no seu veículo, procure verificar se não há ninguém no banco de trás.

    ·         quando se dirigir para seu veículo leve a chave sempre na mão, pronta para abrir a porta rapidamente, e observe com muita atenção a existência de indivíduos suspeitos próximos a ele.

    ·         dirigindo, mantenha as portas trancadas e os vidros total ou parcialmente levantados.

    ·         procure trafegar sempre por ruas iluminadas e com ior movimento, ainda que tenha que percorrer uma distância maior.

    ·         alterne sempre seus itinerários e procure, nos mesmos, identificar pontos de apoio ou socorro, tais como quartéis da Polícia Militar, Bombeiros, pontos de estacionamento de Viaturas, Delegacias de Polícia, Postos de abastecimento 24 horas.

    ·         se perceber que está sendo seguido, mantenha a calma e dirija-se a qualquer instalação da Polícia Militar, Bombeiros etc.

    ·         ao chegar em sua residência à noite, não estacione sem certificar-se que não há pessoas suspeitas nas proximidades.

    ·         mantenha as crianças no banco traseiro e utilize sempre o cinto de segurança.

    ·         use o toca-fitas de gaveta (é comum estourarem vidro e painel do veículo só para levarem o mesmo). Ao tirá-lo da gaveta não o deixe embaixo do banco, pois você pode estar sendo observado.

    ·         não dê caronas para estranhos.

    ·         não pare para discutir "fechadas" ou "batidinhas". É comum que ladrões provoquem isto somente com o objetivo de assaltá-lo.

    ·         cuidado com falsos mecânicos, sempre solícitos, que aparecem milagrosamente para ajudá-lo em locais ermos em casos de pane.

    2 PROTEÇÃO PESSOAL

    2.1 Proteção física individual.

    Nas ruas:

    ·         evite andar com jóias ou bijuterias com aspecto valioso, pois além de atraírem ladrões que queiram subtraí-las, poderão, caso isto aconteça, lhe causar ferimentos. Nunca reaja a este tipo de assalto, pois o ladrão sempre age com cobertura.

    ·         evite andar com grande volume de dinheiro no bolso.

    ·         suas chaves devem ser levadas no interior dos bolsos e nunca no interior de bolsas.

    ·         não carregue em sua bolsa objetos valiosos ou de grande interesse para si sem que haja necessidade.

    ·         bolsas, carteiras ou sacos de compras devem ser transportados o mais possível junto ao corpo, e do lado de dentro da calçada; mantenha-os protegidos com o braço.

    ·         não aceite caronas de estranhos.

    ·         procure caminhar contra o sentido do trânsito, desta maneira poderá perceber qualquer manobra ou aproximação de veículo suspeito.

    ·         de noite, caminhe sempre no centro da calçada.

    ·         se qualquer condutor de veículo o ameaçar, grite e corra na direção oposta ao sentido do trânsito (gritar, pedir socorro pode intimidar o assaltante e atrair a atenção de outras pessoas).

    ·         procure não transitar em locais mal iluminados, mesmo que seja para cortar caminho. Lembre-se o caminho mais curto pode não ser o mais seguro.

    ·         se achar que está sendo seguido à pé, atravesse a rua várias vezes para se certificar. Ao confirmar suas suspeitas, dirija-se rapidamente para um local onde haja uma concentra ção de pessoas e não hesite em pedir auxílio. Procure saber onde se localiza Postos Policiais da região.

    ·         em locais isolados ou mal iluminados mantenha sempre as mãos fora dos bolsos, pois qualquer reação de defesa de sua parte será mais rápida.

    ·         ao retirar dinheiro do banco, guarde-o com cuidado em local discreto. Não conte dinheiro em público. Saindo do banco certifique-se que não está sendo seguido.

    ·         se for necessário transitar com muito dinheiro, divida-o em várias partes do corpo, ou seja, em vários bolsos.

    ·         nunca exiba grande quantia de dinheiro perante outras pessoas. Separe previamente a quantia necessária às sua pequenas despesas (transportes, cigarros etc.).

    ·         evite que idosos andem desacompanhados por locais desertos ou por ruas de comércio muito mo vimentadas, alertando-os que tomem cuidado com os contos do vigário.

    ·         procure efetuar suas compr utilizando sempre que possível cartões de crédito ou cheques. Isto evita que você leve consigo grande quantia em dinheiro e conseqüentemente desperte atenção de ladrões.

    ·         nunca dê informações sobre seu itinerário, hábitos, viagens, horários etc. Alerte sua família e funcionários para procederem da mesma forma.

    ·         avise ao perceber que alguém está sendo seguido. Avise também comerciantes e gerentes de bancos, caso note algum movimento suspeito em torno de seus estabelecimentos.

    ·         evite andar à pé, tarde da noite, pelas ruas e avenidas, principalmente sozinho.

    ·         ande, de preferência junto ao meio-fio. Evite caminhar junto às paredes dos edifícios ou entradas de prédios e garagens.

    ·         quando fizer compras em lojas, tenha cuidado, principalmente se for um estabelecimento que costuma reunir multidões.

    ·         a bolsa deve ser mantida junto ao corpo, com o fecho virado para o lado d o corpo. Pacotes grandes dificultam um andar desembaraçado, e chamam a atenção dos assaltantes. Peça para a loja entregá-los em sua casa.

    ·         nunca vá fazer compras sozinho. Leve sempre uma companhia; é mais seguro.

    ·         não deixe bolsas, carteiras ou objetos comprados em locais que possam ser furtados.

    ·         procure zerar  suas compras em horário de menor movimento nas lojas.

    ·         ao fazer um saque bancário, nunca coloque o dinheiro ou a carteira no bolso de trás.

    ·         aja com cautela em relação aos pedidos de esmola, gorjetas etc.

    2.2 Nos transportes coletivos:

    ·         evite ficar sozinho, à espera de condução, em pontos de ônibus ou em locais isolados.

    ·         num ônibus com poucos passageiros procure sentar-se próximo ao motorista.

    ·         no Metrô, evite viajar em vagões vazios, principalmente durante à noite.

    ·         evite entrar e sair do Metrô em estações com corredores de acesso muito extensos. Sendo possível procure estações com acessos mais rápidos e curtos.

    ·         em ônibus lotado, mantenha carteiras, bolsas e pastas à frente do corpo, sempre à vista.

    ·         evite dormir no interior de transportes coletivos.

    ·         separe antes o valor da passagem para não mostrar todo o seu dinheiro para os passageiros na hora de pagar sua condução.

    ·         nunca desvie a atenção de malas ou objetos que esteja portando, quando de acontecimentos anormais no interior ou fora de coletivos (confusões entre passageiros, acidentes de trânsito etc.).

    2.3 Cuidado com as crianças.

    ·         oriente-as para que não aceitem carona de pessoas que acabaram de conhecer.

    ·         ensine seus filhos a conhecerem seu próprio nome, sobrenome, apelido, idade, local onde residem e telefone. Adquira o hábito de colocar estes dados, através de cartão, nos bolsos, ou de escrever internamente nas roupas das crianças.

    ·         não confie a guarda de suas crianças a pessoas desconhecidas, em momento algum, nem peça para olhar ou tomar conta, mesmo quer seja por poucos instantes.

    ·         ao fazer compras ou qualquer outra coisa, não deixe nunca as crianças sozinhas no interior do veículo estacionado.

    ·         oriente para que estejam sempre em condição de pedir ajuda, em caso de necessidade; que tenham sempre dinheiro ou fichas telefônicas para uma eventual chamada.

    ·         oriente que existe o telefone 190 da Polícia Militar, e que poderão pedir ajuda a qualquer hora do dia e da noite. Oriente também quanto ao "trote". O telefone pelo qual é passado um "trote" é prontamente identificado pela central do 190.

    ·         procure saber sempre onde estão seus filhos e como entrar em contato com os mesmos.

    ·         ao matricular seus filhos em escolas ou creches, procure saber as condições de higiene e segurança das instalações.

    ·         oriente seus filhos para nunca aceitar doces, dinheiro, presentes, refrigerantes etc. de pessoas estranhas.

    ·         oriente as crianças para não brincarem longe de sua residência ou do local onde estão seus familiares, bem como com estranhos.

    ·         oriente para que os mesmos não brinquem em prédios vazios, casas abandonadas ou ruas desertas (locais como estes atraem a presença de marginais), bem como que não brinquem fora de casa depois do anoitecer.

    ·         oriente as crianças para pararem sempre longe das portas dos veículos, nos casos em que o motorista pedir informações.

    ·         orientá-los sempre para que contem para seus pais ou para sua professora sobre estranhos que insistem em conversar ou se aproximar.

    ·         orientá-los para que se dirijam sempre, diretamente, para a escola, evitando andar por outros locais. < li>incentivá-los a sempre brincarem com amigos, e nunca sozinhos.

    ·         procure trazer seus filhos com seus amiguinhos para dentro de sua residência.

    ·         quando começarem a trabalhar, mesmo que em período temporário, de férias, ou para ocupação do tempo livre, procure acompanhar seus filhos no primei dia para verificar o ambiente de trabalho. ù

    ·         procure, na medida do possível, levar e buscar seus filhos na escola; caso não seja possível, orientá-los para que sempre se desloquem em grupos. Uma boa pedida é que vizinhos e parentes se revezem na tarefa semanalmente.

    ·         tudo na vida tem sua hora, inclusive de dirigir e pilotar automóveis e motocicletas. Menor conduzindo veículo é proibido por lei, mesmo em condomínios fechados, além de representar grande risco para si próprio, para os pais e para terceiros, principalmente se vier a se envolver em acidentes.

    ·         ensine seus filho que o Policial Militar é seu amigo.

    3 ALERTA CONTRA AS DROGAS

    3.1 Conselhos gerais:

    ·         esclareça seus filhos, desde a infância, sobre o mal que as drogas causam ao viciado.

    ·         converse bastante com os professores das crianças, para saber de seu aproveitamento escolar. Acostume-se a verificar a caderneta de presença de seus filhos, para saber se ele não tem "matado" aulas.

    ·         más companhias conduzem ao uso de drogas e ao crime. Selecione as companhias de seu filho e os ambientes que eles freqüentam (clubes, bailinhos, etc.).

    ·         caso você descubra que seu filho está usando drogas, lembre-se que não é através da violência que o problema será solucionado. Pro cure conversar sobre os prejuízos que o uso de drogas trará para sua saúde e, se ele revelar o desejo de se recuperar, encaminhe-o a um profissional especializado, para o tratamento de recuperação.

    ·         propagar valores sólidos e princípios éticos que podem representar proteções eficazes contra as ameaças que pairam sobre nossas vidas, inclusive as drogas;

    ·         é fundamental que os pais transmitam a idéia de uma vida saudável, incluindo-se hábitos de saúde, higiene e alimentação saudáveis, e dar o exemplo;

    ·         estabelecer um vínculo de confiança e apoio com os filhos;

    ·         estabelecer diálogos francos, abertos e amigáveis com os filhos, sem preconceitos sobre o tema;

    ·         a experimentação é o primeiro passo para o vício. Conscientize seu filho para que nunca experimente uma droga;

    ·         procure saber as causas que levaram um dependente a ingressar no mundo das drogas, pois muitas vezes o problema pode estar na sua própria família;

    ·         proporcionar orientação e apoio aos filhos para resistir às pressões de grupos e colegas no uso de álcool e drogas. Esclareça-o de que ele tem o direito de dizer NÃO ao grupo.

    ·         estimule seu filho a encontrar saídas criativas para evitar o uso de drogas

    3.2 Sintomas mais comuns do uso de drogas:

    ·         mudança brusca de conduta (irritável e nervoso).

    ·         inquietação. O jovem torna-se impaciente.

    ·         aquisição de tiques nervosos e cacoetes.

    ·         queda do aproveitamento escolar ou desistência dos estudos.

    ·         uso de gírias próprias do mundo da droga.

    ·         isolamento. O jovem passa a ficar a maior parte do tempo no quarto, evitando contato com amigos e familiares.

    ·         alteração de hábitos. O jovem passa a dormir de dia e ficar acordado à noite.

    ·         existência de comprimidos, seringas, cigarros estranhos, pacotinhos ou saquinhos plásticos com pó branco ou erva seca entre seus pertences.

    ·4 Reconheça as drogas mais comuns: a maconha, a cocaína e o crack:

    4.1 MACONHA

    ·         erva verde e seca, geralmente apresentada como torrão (prensada, amassada), acondicionada em celofane, plástico ou jornal. Em meio a erva, existem sementes de cor marrom, polidas (parec em envernizadas) e redondas.

    ·         tem odor característico e é consumida como cigarro ou como fumo em cachimbo.

    4.2 COCAINA

    ·         apresenta-se geralmente como um pó branco cristalizado, semelhante ao açúcar refinado, talco ou farinha de trigo. Em caso de suspeita, toque lingeiramente a ponta do dedo no pó, e o leve a ponta da língua. A cocaína possui um gosto forte de remédio (éter ou iodo) e causa amortecimento local (anestesia da língua).

    ·         é consumida através de aspiração pelo nariz ou por meio de injeção na veia.

    4.3 CRACK

    ·         feito a partir da pasta base da cocaína e por meio de um processo químico, adquire a forma cristalizada (pedras).

    ·         as pedras são " fumadas", o que produz efeito rápido e intenso. O crack provoca dependência imediata e seus efeitos no organismo, são devastadores.

    4.4 Medicamentos

    ·         guarde em local apropriado e seguro, fora do alcance das crianças;

    ·         jogue no lixo, de forma segura, medicamentos com validade vencida;

    ·         evite tomar remédios sem prescrição médica, principalmente na frente das crianças.

    5 SEGURANÇA EM CONDOMÍNIOS

    5.1 Aos funcionários:

    ·         alerte o porteiro que só deverá abrir o portão após identificar o visitante. Falar com ele pelo intercomunicador ou porteiro eletrônico. Avisar o morador sobre a conveniência da entrada ou não da pessoa. Caso o morador tiver alguma dúvida sobre a visi ta peça a ele que desça à portaria para esclarecimento.

    ·         nos casos de entrega de flores, pizzas etc., solicitar que um dos moradores do apartamento se dirija à portaria para receber a encomenda. Nunca deixar o entregador adentrar ao prédio para levar a encomenda. Caso seja possível, fazer na entrada do prédio uma caixa de recepção, com poinhola para recebimento de encomendas.

    ·         quando o morador estiver entrando ou saindo do edifício, somente abrir o portão após verificar se não há pessoas suspeitas nas proximidades.

    ·         a entrada de veículos deve ser precedida de identificação e anotação da placa em caderno próprio. Como sugestão, poderá ser feito um sistema de identificação através de adesivo florescente a ser colado no vidro do veículo.

    ·         nos horários de limpeza das áreas externas e de recolhimento do lixo, todas as entradas do edifício devem estar fechadas.

    ·         o porteiro não deverá abandonar seu posto para atender estranhos no portão. A mesma orientação vale para a entrada das garagens. Nunca abrir o portão da garagem sem a identificação do motorista.

    ·         a entrada de funcionários de prestadoras de serviços, tais como Sabesp, Telesp, Eletropaulo, etc., ve ser precedida de identificação e anotação da carteira de identidade e funcional do técnico ou operário. Antes de permitir a entrada, o morador deverá ser avisado ou consultado. Este funcionário deverá ser, sempre que possível, acompanhado por empregado do condomínio.

    ·         recomenda-se o uso de crachá para todos os visitantes. O porteiro não deverá se impressionar com a aparência dos visitantes.

    ·         evitar conversas em grupo na portaria ou na porta da garagem. O trabalho na portaria deve ser de atenção e discrição.

    ·         evitar também comentários dentro e fora do edifício, com pessoas estranhas, sobre a situação financeira dos moradores, bem como locais de trabalho, viagens, horários, hábitos, telefones comerciais e residenciais etc.

    5.2 Aos Síndicos:

    ·         o síndico deverá conhecer o movimento dos trabalhos realizados no prédio e fiscalizar a rotina de todos os funcionários, solicitando da administradora do condomínio os antecedentes dos funcionários a serem contratados, bem como outras informações necessárias à segurança do edifício, tais como referências.

    ·         cadastrar todos os moradores do edifício, para uso exclusivo dos porteiros, devendo constar dados como placa de carro, eventuais visitantes, etc.

    ·         manter as entradas do edifício sempre suficientemente iluminadas, evitando o uso de objetos que obstruam a ampla visão do local à distancia.

    ·         manter em bom estado de conservação e funcionamento os equipamentos de segurança (hidrantes, extintores de incêndio), bem como as portas de entrada, portões de garagem e portas corta-fogo.

    ·         recomenda-se reciclagem no treinamento de funcionários através de cursos especializados, isto no tocante à segurança do condomínio.

    ·         recomenda-se a instalação de guaritas recuadas do portão; grades altas ao re dor do prédio; portão da garagem controlado pela portaria, etc. Nas guaritas, o vidro deve ser sempre espelhado (que permite apenas a visão de dentro para fora) e se possível vidros à prova de bala.

    ·         implantar um sistema de senhas entre os condôminos para os casos de emergência.

    5.3 Aos moradores:

    ·         compreender que sua colaboração é fundamental na segurança do condomínio.

    ·         deve avisar a portaria sempre que for receber algum tipo de encomenda.

    ·         evitar comentários sobre seus bens e ganhos na frente dos empregados, solicitando ainda que estes não comentem seus hábitos, ausência, telefones, etc.

    ·         não contratar empregados (babás, motoristas, domésticas etc.) que tenham acesso ao condomínio, sem documentação de referências necessárias. Receber sempre os candidatos na portaria do edifício e nunca no interior do apartamento.

    ·         nunca deixe as chaves do apartamento com os empregados do condomínio ou na portaria. Se houver necessidade de deixá-la, recomenda-se procurar um vizinho.

    ·         aos moradores do 1º e 2º andares, recomenda-se um cuidado especial, protegendo as janelas e vitraux.

    ·         nunca deixar seus veículos abertos no interior da garagem, não esquecendo pacotes ou deixando objetos à vista no interior do veículo, devendo sempre deixar o alarme acionado. Não deixar toca-fitas de gaveta no interior do veículo quando este estiver na garagem.

    ·         caso possuir uma motocicleta, deixá-la na garagem sempre que possível acorrentada a uma coluna de sustentação do edifício.

    5.4 SEGURANÇA NAS ESTRADAS

    ·         proteja os sistemas de comunicação das rodovias (telefones públicos, SOS DERSA), eles podem salvar vidas.

    ·         utilize sempre o cinto de segurança, mesmo que em pequenos deslocamentos.

    ·         não beba antes de dirigir e não dirija depois de beber.

    ·         mantenha todos equipamentos do veículo em perfeito funcionamento, bem como realize testes nos mesmos antes de viajar.

    ·         distribua a carga adequadamente no bagageiro, de modo a não comprometer o centro de gravidade do veículo, bem como a visão do motorista.

    ·         não exceda a velocidade permitida, e respeite a sinalização.

    ·         deixe o acostamento sempre livre para os veículos de salva-vidas (Bombeiros, Polícia Milar Rodoviária etc.).

    ·         nunca faça ultrapassagens pela direita ou pelo acostamento.

    ·         no caso de algum problema mecânico ou elétrico, pneu furado ou acidente, procure remover o veículo da pista e acenda o pisca alerta.

    ·         nunca trafegue, mesmo em situação de neblina, com o pisca-alerta acionado. O motorista de trás poderá confundir com um veículo em pane e acionar o freio bruscamente, provocando acidentes.

    ·         pare somente em lugares próprios (Postos da Polícia Militar Rodoviária, restaurantes, postos de abastecimentos etc.). Evite locais isolados da rodovia.

    ·         caso seja atingido por algum objeto, não pare imediatamente para verificar o ocorrido. Isto geralmente é um prelúdio para ataque de meliantes.

    ·         caso verifique uma pessoa parada sobre uma passarela, ao chegar próximo, mude de faixa de rolamento. Esta poderá jogar algum objeto sobre seu veículo para provocar sua parada.

    ·         evite parar nas rodovias para dar assistência a outros veículos avariados. Avise sempre que possível um Policial Militar Rodoviário.

    5.5 CONSELHOS ÚTEIS

    Se, apesar de tudo, o pior acontecer…

    ·         estabeleça códigos de acesso à sua residência, de maneira que um dos moradores, surpreendido por assaltantes possa avisar que algo não vai bem. Acionado este código, procure ganhar tempo. Não abra a porta e acione a Polícia Militar, informando da urgência do atendimento.

    ·         em caso de assalto, não reaja. Acredite sempre que a arma do bandido é verdadeira e está carregada. Evite fazer gestos bruscos, que possam ser confundidos com reação de sua parte.

    ·         procure dialogar o mais cordialmente possível com os marginais, para acalmar os ânimos a amenizar a sua fúria. Em geral, estarão mais nervosos do que a vítima.

    ·         se não houver reação, a possibilidade de violência contra as vítimas é pequena. Assim, não se desespere.

    ·         a Polícia Militar possui Unidades especializadas em resgate de reféns. Portanto, confie e tenha calma.

    ·         assim que os bandidos deixarem o local, avise a Polícia Militar o mais rápido possível, transmitindo o ocorrido e as características dos mesmos.




    VOLTAR


    Copyright © 2012 - All Rights Reserved: CJBS