CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

, Espírito Santo -  Brasil.   .


BREVE: "Dicionário Capixaba de Gírias e Jargões", do Escritor Clério José Borges de Sant Anna. Serra ES Editado com recursos da LEI CHICO PREGO, do Município da Serra, Espírito Santo, Brasil.


Sub Título: "Gírias e Jargões da Malandragem"

Livro de Clério José Borges

O que é Gíria?
A gíria (ou calão em Portugal) é um fenômeno de linguagem especial usada por certos grupos sociais pertencentes a uma classe ou a uma profissão em que se usa uma palavra não convencional para designar outras palavras formais da língua com intuito de fazer segredo, humor ou distinguir o grupo dos demais criando um jargão próprio.

O que é Jargão?
Jargão: É a Gíria Profissional.
Definição de “jargão” no Dicionário Houaiss: Código lingüístico próprio de um grupo sociocultural ou profissional com vocabulário especial, difícil de compreender ou incompreensível para os não-iniciados.
O dicionário Aurélio dá três definições para a palavra jargão: linguagem corrompida, língua estrangeira que não se compreende e gíria profissional.

ESCRITOR COLECIONA 5 MIL GÍRIAS.

Este é o título da reportagem do Jornal A TRIBUNA, de Vitória, ES, do dia 20/10/2000. A matéria está na página 12, sobre o bairro Eurico Salles. A reportagem começa com a frase: "VOU GUARDAR O BERRO NA CACHANGA PARA A DONA JUSTA NÃO PEGAR".

CAPA: Assaltante falando Gírias e Banhista consulta Dicionário para saber o que ele deseja. Desenho da Capa de Maria Jaepelt, por especial cortesia de Henry Jaepelt, de Santa Catarina.
Este Livro ainda é inédito. O Escritor, Poeta Trovador, Historiador, Clério Borges que, na vida profissional, há mais de 32 anos é Escrivão de Polícia Civil, vem colecionando ao longo de sua carreira Gírias usadas por Policiais e pela Malandragem. Breve a obra será publicada em Livro impresso e estará a venda.

GÍRIAS PARA LADRÃO:

MÃO LEVE, QUEIMADO, RÚPIA, CHÔRRO, DESCUIDISTA, TIFES, TOMADOR, RATO DE PRAIA, RATO, LALAU, GATO, FULASTRA, BATEDOR, AMOSTREIRO, ANTÍPODA, BATEDOR DE CARTEIRAS, CIGANO, PUNGUISTA, SABIDO / ES: LAURINDO, LARÁPIO, MÃO LEVE , GATUNO / QUATREIRO: LADRÃO DE GADO / NARCISO: LADRÃO QUE OPERA SÒZINHO / MINISTRO: LADRÃO DE GALINHAS / NEJAS: LADRÃO QUE NÃO CONFESSA / MAGRELEIRO - CORUMBÁ - MS: LADRÃO DE BICICLETAS / MALOQUEIRO - CEARÁ: LADRÃO / MANCO: LADRÃO MOLENGA QUE É APANHADO PELA POLÍCIA / MADRUGUISTA: LADRÃO QUE OPERA DURANTE A MADRUGADA / LUNFA: LADRÃO NOVO / LUNIL: LADRÃO QUE SE INFILTRA NA POLÍCIA PARA SABER ANTECIPADAMENTE DAS AÇÕES POLICIAIS / GANHÃO - CEARÁ: LADRÃO / GILTA: LADRÃO PROFISSIONAL / GRUMPISTA: LADRÃO QUE CONVERSA TENTA ENGANAR A AUTORIDADE POLICIAL / GUNGA: LADRÃO PEDERASTA PASSIVO / LANCEIRO: LADRÃO ELEGANTE / LAPRE: ROUPA FURTADA E USADA PELO PRÓPRIO LADRÃO / REGLAR: ACORDO MÚTUO FEITO ENTRE POLICIAL E LADRÃO / AFANADOR DE CARA COMPRIDA: LADRÃO DE ANIMAIS / PAREDISTA: COMPARSA DO LADRÃO / PASTOREADO - CEARÁ: LADRÃO VIGIADO PELA POLÍCIA / AFANADOR: LADRÃO QUE FURTA CARTEIRA SEM QUE A VÍTIMA PERCEBA. É O MESMO QUE PUNGUISTA / BARBIANO: CÚMPLICE DO LADRÃO / BARBIANA: AMÁSIA DO LADRÃO / GACELA: AMÁSIA DO LADRÃO / SANTEIRO: LADRÃO QUE SE DIZ REGENERADO E PASSA INFORMAÇÕES PARA OUTROS LADRÕES SOBRE LOCAIS FÁCEIS DE ROUBAR OU ASSALTAR / LADRÃO - AMAZONAS: BARRIGA D'ÁGUA / PIVETE: MENOR LADRÃO / PIXOTE: LADRÃO SEM EXPERIÊNCIA / BURRISTA: MENOR QUE AUXILIA LADRÃO / CALMAR: PASSAR FURTO PARA OUTRO LADRÃO / CARECA: LADRÃO TRAPALHÃO / PIRANTA: MENOR VICIADO E JÁ LADRÃO / FUZILAR UM CHÔRRO: PRENDER UM LADRÃO / RATO - LINHARES - ES: LADRÃO QUE FURTA NA CADEIA / CORTE: LADRÃO SAGAZ, INTELIGENTE / TOPISTA: LADRÃO QUE CHEGA NUMA CASA, BATE PALMAS E SE NINGUÉM ATENDE, ARRANJA UM JEITO DE ENTRAR PARA FURTAR / SERUMCHO: LADRÃO ARROMBADOR / DAR O CONTRA: DESCARREGAR DE OUTRO LADRÃO O PRODUTO DO FURTO / PENOSO: LADRÃO DE GALINHAS / ENCALHAR: PENETRAR O LADRÃO DENTRO DA CASA / ENJAULAR: PENETRAR LADRÃO DENTRO DA CASA SEM USAR DE VIOLÊNCIA / VIGARISTA: LADRÃO DO CONTO DO VIGÁRIO, AQUELE CONTO DO DINHEIRO NUM PACOTE DE JORNAL / ENRUSTIDOR: LADRÃO QUE DIVIDE O FURTO / ENTREGADOR: LADRÃO QUE FORNECE INFORMAÇÕES / ESPADISTA: LADRÃO QUE OPERA COM GAZUA OU CHAVES FALSAS / ESPIANTADOR: LADRÃO QUE FURTA E NÃO É PERCEBIDO / RATOS DE GAVETA: LADRÃO QUE FURTA COISAS PEQUENAS / RATO DE IGREJA: LADRÃO ESPECIALIZADO EM FURTOS DE OBJETOS DE IGREJAS / AMOSTREIRO: LADRÃO ESPECIALIZADO EM FURTAR AMOSTRAS DE LOJAS E SUPERMERCADOS

Clério José Borges foi entrevistado em Junho de 2003 pela Jornalista Heloísa Helvécia do Jornal Folha de São Paulo, sobre o seu Livro ainda inédito de "Gírias e Jargões da Malandragem". A entrevista foi publicada num Caderno Especial da folha, chamado "Sinapse".

Torre de Babel: Leia frase de Rui Barbosa em diferentes jargões

HELOÍSA HELVÉCIA
free-lance para a Folha de S.Paulo

"Para não arrefecerdes, imaginai que podeis vir a saber tudo; para não presumirdes, refleti que, por muito que souberdes, mui pouco tereis chegado a saber"

A frase de Rui Barbosa (1849-1923) que inspira a brincadeira abaixo é um alerta contra a soberba, embora soe, hoje, como afetação linguística. Foi retirada do "Discurso no Colégio Anchieta, Palavras à Juventude"(1903). Confira como ficaria a mesma frase...

...no economês
"Para não gerar uma crise de confiabilidade, aplique o modelo segundo o qual é possível estocar todo o conhecimento hoje em circulação; mas controle as expectativas, porque, por mais alto que seja o índice de sabedoria, sempre existirão demandas não atendidas"

.no estilo onguês
"Para não perder o enfoque positivo, seja protagonista de uma ação centrada no enfrentamento da ignorância; mas não extrapole no auto-empoderamento, porque, por mais que você articule uma ampla rede de conhecimentos, ainda serão muitos os excluídos"

.no eduquês
Para não entrar para as estatísticas da evasão escolar, imagine que você pode trabalhar transdiciplinarmente todos os conteúdos pedagógicos; para não perder o pensamento crítico, considere que ainda faltam muitos graus para a formação plena da sua consciência-cidadã"

.e numa mistura de gíria comum com dialetos usados por funqueiros, surfistas, malandros, policiais e caubóis*
"Aí, Zé Mané, pra não afrouxar e dar o prego, se liga na fita, que você pode ser um macaco velho; mas não vai viajar na maionese, saca que, por mais que você se toque, mói faiado a xavecar pra ver a paina voar. QSL."

*Esta versão foi feita por Clério Borges, pesquisador de gírias e jargões

GÍRIAS E JARGÕES DA MALANDRAGEM

Fla Flu (ES): Usado por Policiais Capixabas para informar que um Flagrante está para ser confeccionado na Delegacia de Polícia. "Chegou um Fla Flu": Chegou um Flagrante.

Ninguém Merece: Que fria; Horrível. Fato não agradável.

Cueca Freio de Bicicleta: (Gíria Cláudio Rogério): Cueca Suja

Chacolar: (Gíria Cláudio Rogério): Conversar

Chacolando: (Gíria Cláudio Rogério): Conversando

Viana: Faca

Peixe Toba (Eurico Salles - ES): Viado

Cozinha: (Gírias de Nóias): Lugar onde é preparado o crack, a partir de pasta de coca

Crocodilar: (Gírias de Nóias): Trair

Buceta ou Boceta: (Jargão da Colômbia): Ônibus; Ponto de Ônibus na Colômbia é "Paradeiro de la Boceta".

Descabelado: (Gírias de Nóias): Desvairado que vende tudo o que tem e até rouba pelo vício

Fissura: (Gírias de Nóias): Desejo doentio por uma tragada após abstinência

Formiguinha: (Gírias de Nóias): Tráfico típico da Cracolândia, feito pelos próprios viciados

Maresia ou brisa: (Gírias de Nóias): Efeito provocado pela droga

Mocó: (Gírias de Nóias): Esconderijo

Nóia: (Gírias de Nóias): Viciado sob forte efeito do crack

Noiódromo: (Gírias de Nóias): Ponto de encontro dos chamados nóias

Pedreira: (Gírias de Nóias): Consumidor de pedras de crack

Pino: (Gírias de Nóias): Pedaço de pedra de crack, que vale por uma ou mais cachimbadas

Pipar: (Gírias de Nóias): Utilizar o cachimbo de crack

Sangue B: (Gírias de Nóias): Sangue bom

Caixão e Vela Preta: (ES): Morrer; Beber demais.

Papo de Jacaré: Conversa sem sentido; Conversa de Traidor.

De rocha: Papo sério ou de verdade

Zuando: Andar a tôa; Andando; Fazer bagunça.

Dijavar: (Programa Malhação / Rede Globo de Televisão): Separar.

Minihead: Garoto; Menino metido a valente.

Hierarquia dos Hackers: (Jargão da Informática): Os Hackers são pessoas com extrema facilidade de análise e um enorme conhecimento de micros tanto na parte lógica quanto na parte física. Hackers sabem que todos os sistemas têm falhas. Eles descobrem estas falhas e penetram nos sistemas apenas para satisfazer o ego. Quanto maior conhecimento de um hacker, mais ele é conceituado. Os verdadeiros hackers não se identificam como hackers e juram não ter nenhum envolvimento com o underground por motivo de segurança para não se imporem. Existe contudo uma hierarquia entre os Hackers. São Os Crackers; Os Phreackers; Os Lamers; Os Wannable; Os Larva e os Ahackers.
Os Crackers fazem a mesma coisa dos Hackers todavia desejam que todos saibam que foram eles os autores da bagunça ou destruição. É o mais perigoso pois possui prazer em destruir. Enquanto o Hacker faz para aprender o Cracker possui prazer em destruir. Phreackers são os hackers da telefonia. Sabem tudo com um telefone desde chamadas grátis e escutas clandestinas a ataques hackers por telefones públicos. Os Lamers são os iniciantes que ficam no pé dos que se dizem hackers para desvender os segredos dos sistemas. São odiados pelos Hackers. Wannable são lamers que aprenderam algumas receitas e conseguiram algum resultado, como por exemplo, derrubar alguém de uma sala de chat ou IRC. Larva é o ex-lamer que adquiriu um conhecimento razoável e que está preparando os seus próprios ataques sem usar métodos dos hackers. Ahachers é a pior espécie do mundo underground. Fala sem parar, faz questão de escrever de modo inintelegível, troca letras por caracteres, fica ameaçando as pessoas nas salas de bate-papo, dizendo que vai derrubar todo mundo ou que vai rastrear o IP. No máximo só consegue mandar uma imagem. É odiado pelos Hackers.

Wannable: (Jargão da Informática): São Lamers que aprenderam algumas receitas e conseguiram algum resultado, como por exemplo, derrubar alguém de uma sala de Chat ou IRC.

Larva: (Jargão da Informática): É o ex-Lamer que adquiriu um conhecimento razoável e que está preparando os seus próprios ataques sem usar métodos dos hackers.

Ahachers: (Jargão da Informática): É a pior espécie do mundo underground. Fala sem parar, faz questão de escrever de modo inintelegível, troca letras por caracteres, fica ameaçando as pessoas nas salas de bate-papo, dizendo que vai derrubar todo mundo ou que vai rastrear o IP. No máximo só consegue mandar uma imagem. É odiado pelos Hackers.

Fanchona: (RJ;SP): Viado; Homossexual.

Chegado: Amigo

Colado - Mais que amigo

Nangive - Vadia

Kula - Viado

Papo estranho - Conversa de gay

Careta - Cigarro

Véi - "Meu" Ex: E ai Véi como e que vão as coisas ?

Paia pra caralho - Algo que não preste 

Se liga na Fita - Se liga na ideia

Baú - ônibus

Pega o beco - Sair fora ou ir embora

Meter os ganho - Fazer um assalto

Ferrado - Armado

Larica - Fome

Fulerage - Tá de sacanagem ou algo que não presta

Grilado - Preocupado

Lombrado - Doidão

Vela - Um Beck tamanho GG

Os cana - Polícia

Bacana - Playboy

Pera - Viado

Serrote - Quem pede cigarro

Entrar numas - Brigar

Num embarrera não - Não entrar numas

Peba - Roçeiro

Curti um peso - Ouvir um rap

Negode - Pagode bem ruim

Dona - Namorada

Ir nas primas - Ir ao puteiro

Birita - Bebida

Gel - Cerveja

Frevo - Festa

Filé - Gatinha

Prego - Mané ou otário

Pelada - Jogo de Futebol

Carreta - Carro

Zero Bala - Bem conservado

Camelo - Bicicleta

Esparro - Coisa exagerada

Boca - Lugar onde se vende drogas 

Couro de rato - Nota de R$ 1,00 'um real'

Cabaço - Virgem

Barão - Quem comanda a boca

Biroba - Viado, Gay

Bodinho - Playboy

Bola gato ou Boquete - Chupar um Pénis

Brau - Cigarro de maconha

Bucho de lama - Pessoa barriguda

Cachanga - Casa

Cair na pilha - Acreditar em alguma mentira

Cantar de galo - Querer comandar os agitos

Cantar pra subir - Ir embora

Capa o gato - Ir ou Mandar alguém embora

Carranca - Mulher feia

Casinha - Enganar alguém para poder rouba-la ou Mata-la

Descer a lenha - Brigar com alguém

Dar um balão - Pegar alguma coisa emprestada e não devolver

Deu bolo - Não foi ao lugar que marcou com alguém

Dar o bote - Pegar alguém em flagrante ou roubar alguém

Perdido - despistar alguém

Dindin - Dinheiro

Ou ouro ou Veneno - Alguma coisa boa

Lenda - Mentira

Escarro - Tirar alguém de tempo, ou não querer alguém por perto

Peganínguem - Pessoa que não consegue ficar com ninguém

Ficar nas manha - Ficar quieto

Filé - Mulher bonita

Fruta - Viado,Gay

Grog ou Mamado - Bêbado

K.Ô - Mentira

Mala - Alguém metido a bandido ou ladrão

Se Amarrar em alguém - Gostar de alguém

Na moita ou Nas mocó - Escondido

Não botar fé - Não acreditar

Tora - Pessoa forte

Pagar sapo - Discutir com alguém

Pagar vecha - Passar vergonha

Picado - Um só cigarro

Saca - Entendeu !

Sarta de banda - O mesmo que 'some daqui'

Si ligar - Ficar esperto

Catiando - Negar alguma coisa

Tá de chico - Mestruada

Inflamado - Tá cheio

Ter as moral - Ter coragem

Tira onda - Chamar a atenção

De cara - Não estar doidão ou se surpreender com algo

Tora rego - Quem usa calsa apertada

Trocar Idéia - Conversar com alguém

Zuar - Bagunçar

Mexer um rolo - trocar alguma coisa

Chepala - Chevete com motor de opala

LP - Lança perfume

Pisante - tênis; Sapato

Bobo - Relógio

Peita - Camisa

Cabreiro ou Grilado - Com medo

Rato - Esperto

Gíria Explicação Origem:
pateta pessoa sem vontade própria, que se deixa conduzir por terceiros Português
badjúda menina Crioulo
abó tu/você Crioulo
djúbe "olha lá", "veja lá" Crioulo
kuma ku bu esta "como estás?" Crioulo
bu esta bom "estou bem" Crioulo
numdé ku bu sai "de onde você é?" Crioulo
ami idi Guiné Bissau "sou de Guiné Bissau" Crioulo
i abó tambe "e você também" Crioulo
mindom upaz "como estás, rapaz?" Manjaco
mais "tô bem" Manjaco
ui minponidjum "de onde você saiu?" Manjaco
fidji dá púta ku padiu Xingamento dirigido a alguém que causou aborrecimentos Crioulo
kámdjúnt anino semelhante ao anterior Manjaco
tchámidur alcoólatra, alguém que bebe muito Crioulo
furtadur ladrão Crioulo


Gírias de Angola
de angolanos e de colonos portugueses.

Gíria Explicação Origem:
bué muito (língua) Kimbundo
cena usado como pronome para designar uma coisa ou situação  ??
pula (algo pejorativo) pessoa de pele branca Kimbundo
malaico estranho, exótico, maluco  ??
matumbo pessoa pouco inteligente, lerda  ??
muxima coração Kimbundo
dama/damo namorada(o) ou esposa(o) Congo?
tuga (pejurativo) pessoa portuguesa  ??
paneleiro homem que se da a outros, boila, bicha, gay  ??
turra (pejorativo designando opositores anticolonialistas) terrorista colonos
mambo substantivo masc. usado como pronome para designar uma coisa ou situação Kimbundo
Bumbu pessoa de pele escura  ??
Kandengue criança Kimbundo
dikota pessoa mais velha  ??
Avilo giria usada entre grandes amigos  ??
Imbondeiro homem de penis grande, conotação dado ao facto do imbondeiro ser uma arvore de tronco enorme  ??
Mwangolê Angolano Kimbundo
m'boa Mulher. ex, essa m'boa = essa mulher  ??
Zuela fala, ex. zuela ai = diz algo  ??
dikelengo giria utilizada para dizer que certa pessoa e boa na arte de palrear(palavroes), chavequeiro  ??
maka problema  ??
xupar beber (muito) bebidas alcoólicas  ??

Gírias do Futebol

BANHEIRA - Estar em completo impedimento.
BICANCA - Chute dado com o bico do pé.
BICICLETA - Quando o jogador fica em posição horizontal e acerta na bola com os dois pés suspensos, de costas para o chão.
BICO - Chute dado com a ponta do pé.
BOLA - No sentido pejorativo, é o suborno oferecido.
CANHÃO - Chute desferido com muita força.
CARRINHO - Quando um jogador vem na corrida e procura alcançar a bola (ou as canelas do adversário), atirando-se sentado, procurando deslizar na grama, com os pés levantados.
CARTOLA - Dirigente de clube.
CAVALO - Jogador violento.
CBD - Jogador que sempre fica na reserva. Como nunca joga, é o Come Bebe e Dorme.
CHALEIRA - Quando o jogador, para debochar do adversário, trança as pernas, acertando na bola de pé trocado.
CHAVECAR - Fazer pouco do adversário.
CHUTE BELFORT - Quando o jogador salta, para acertar com pés uma bola que vem à meia altura. Belfort foi o primeiro jogador que deu tal chute.
DAR O SANGUE - Esforçar-se pelo clube.
DE TRIVELA - Chute dado com efeito, com o lado externo ou interno do pé.
DOMINGADA - Quando um beque erra uma bola fácil, diz-se que fez uma "Domingada" . Alusão ao grande beque Domingos da Guia que, apesar de craque, de vez em quando fazia uma "domingada".
FIGURA - Jogador importante.
FINTA - Jogada visando superar o marcador.
FIRULA - Jogada desnecessária, de efeito, para humilhar o adversário, e impressionar o público.
FRANGO - Bola facilmente defensável, e que entra.
FRANGUEIRO - Goleiro que tome um gol do item acima.
GALERA - Grupo de torcedores.
GAVETEIRO - Juiz ou jogador que aceita suborno. Ao Gaveteiro, costuma-se acrescentar um sobrenome, FDP. 
GERALDINO - Torcedor que freqüenta as "gerais".
GOL DE PEIXINHO - Quando a bola vem baixa, e o jogador atira-se para acertá-la com a cabeça.
GOL DO MEIO DA RUA - Gol marcado com chute de longa distância, por exemplo, antes da imaginária linha intermediária.
GOL OLÍMPICO - Gol marcado em cobrança direta de um escanteio. Tem esse nome, porque o primeiro gol marcado dessa maneira, foi nos Jogos Olímpicos de 1924, na Antuérpia, por um jogador uruguaio.
JAPONÊS - Costuma-se chamar de "japonês", aos jogadores ruins de bola.
MALA PRETA - Gratificação que um clube interessado na vitória de um dos times que vão jogar, oferece aos jogadores para um esforço maior. É o chamado suborno branco, ou seja, para que os jogadores se empenhem mais pela vitória.
MARTA ROCHA - Jogador considerado bonito. Logicamente, alusão à nossa Miss Brasil.
MARIA CHUTEIRA - Torcedora que sempre quer transar com jogadores, ou seja, versão futebolística da famosa "Maria Batalhão"
MÃO FURADA - Goleiro que não consegue segurar os chutes dos adversários.
MOLHAR A CAMISA - Esforçar-se pelo clube.
PEIXINHO - Jogador que, por algum motivo, é protegido pelo técnico, ou pelo diretor.
PERNETA - Jogador ruim de bola.
PÉ MURCHO - Jogador que tem chute muito fraco.
PÉ TORTO - Jogador que erra muitos passes.
VENDIDO - Jogador que se deixa subornar.
VOLEIO - Quase uma bicicleta. O jogador acerta a bola com os dois pés suspensos, só que em posição lateral com relação ao chão.


GÍRIAS DA "GALERA" RIO DE JANEIRO!

Ficou na pista - Deu mole em alguma coisa, passou vergonha
Vacilou - Marcou bobeira
Puxar um beck - Fumar droga (cocaína, maconha...)
Zoar ou Zueira - Fazer bagunça
Nóia - Usuário de droga, que trafica, drogado
Fita forte - Produto de roubo
Dar um rolê - Passear, sair
Ei tá preula - Ficar impressionado
Bagulho - alguma coisa (como folha, carro e etc)
Marola - Cigarro de maconha
Ficou pequeno - Ficou mal falado
Queimou meu filme - fizeram fofoca a respeito de você
Rasga - Sai correndo, sai daqui
Gás - Muito rápido
Muito louco - Muito bonito, lindo
Mina - Mulher
Gostosa - Mulher sensual, muito bonita (Ex: Tiazinha, As Sheilas ...)
É fria - É perigoso
Dar uma - Transar
Socado - Carro rebaixado
Bicuda ou dedão - Chutar a bola com força
Porrada - Soco
Sentar o dedo - Dar um tiro, matar alguém
Cabuloso - Muito bom, impressionante, sensacional
Quebrou - Arregassou, melhor do que alguém
Mano - Alguém
Truta - "Guarda costas", segurança de alguém
Trampo/Trampar - Trabalho
Uma pá de vezes - Muitas vezes
Pipá - Usar drogas
Enxer linguíça - Emxer o saco, falar muito e explicar pouco
Mili duk - Muito tempo
Mó cara - Muito tempo
Busão - Ônibus
Komboza - Perua, Lotação
Da hora - Muito bonito, da moda
Pipoco - Tiro
Gambé - Polícial
Coxinha - Polícial
Traveco - Travesti (Homem que virou mulher ou virse versa)
Queimar pedra - Fumar crack
Queimar rosca - Dar o c...
Mocréia - Mulher feia
Fubanga da peba - Mulher mais feia ainda
Muamba - Produtos importados do Paraguai
Cabrito - Algo não original
Bobó - Ânus
Legal - Algo bom, divertido
Colarinho branco - Presidente
Paga pau - Aquele que admira as coisas dos outros
Bater um fio - Dar um telefonema
Sarado (a) - Menino (a) muito bonito
Tomar bomba - Injetar anabolizante (tipo de droga que faz com que a pessoa adquira massa muscular mais rapidamente, é altamente prejudicial à saúde e se por acaso a pessoa para de fazer exercícios e de injeta - lá os músculos chegam a murchar e o pior fica FEIO e deixa a pessoa impotente sexualmente falando e também causa outros males.)
Fica na moral - Fica quieto, calado
Ter moral - Certa pessoa que é respeitada em algum lugar
Papa anjo - Pessoa que namora alguém mais novo do que si própria (eu sou totalmente contra essa gíria, pois o que vale não é a idade, nem tamanho, nem se é feio ou bonito mas sim o interior da pessoa, tá certo que você não vai namorar uma menina muito feia.)
Micreiro - Pessoa que mexe com micro - computadores
Bater uma xepa - Almoçar
Dar área - Ir embora
Vaza daqui - Saia deste lugar
Cola lá - Vai lá
Treta - Briga
Rolo - Trocar algo
Baguá - Legal
Dar uns galeto - Filar - Pegar sem permissão
Massa - Legal
Mané - Pessoa desligada
Caixotão - Ônibus
Frizek - Gay
Rolar o sentimento - Sexo
Dá um perdido - Se despistar de alguém
A vera , a rodo - Quer dizer que foi muito legal, muito bom
Bolado - Situação que você fica quando acontece alguma coisa inesperada
Dar um rolê - Sair, passear
Indaga - Festa, movimentação de pessoas alegres, papo furado, enxeção de saco, etc
Larica  - Fome de chapado
Sapeco - Tiro na cara
To a pampa - To legal
Aviãozinho - Leva e tráz drogas
Mó comédia - Otário que é cheio de querer
To na seca - Vontade de fumar um beck
Palitó de madeira - Caixão
Ta na rossa - Ta perdido
Paia - Um cara chato
- Sakei, pode crê, entendi
Zé buceta - escroto
Pela Saco - Cara mala é usado também quando alguém fala qualquer besteira
Pode crê - Tá confirmado
Teco - Tiro
Sprublle - gostoso. Ex.: você é muito sprublle(gostoso(a))
Massa - legal
- entendi, pode crer
Largar - ir embora
Papo de elefante - conversa chata
Salsicha - pessoa metida a besta
Brogoió - pessoa idiota
Fuá - bagunça
Pingo - garota que transa com todos os garotos que fica
Bater um lero - ter uma conversa séria
Remador - motorista de ônibus
Latão - Ônibus
Pinta - Cara, pessoa
Carrinho - Skate
Carango - carro
Banzo - ônibus
Tá ligado - entendeu
Pode crê - sim
M.C. - mestre de cerimônia
Sacô - entendeu
Dar um mix - dar uma volta
Bira, birita - bebida
D.J. - disque joquei
Pick - up - onde o D.J. tocar seus discos
Bronca - chingar, falar
Tchuco - Bêbado
Pauleão - Cara chato, um babaca
Chinelão - um sem moral
Style - que anda sempre na moda
China véia - cara horrível
Puro suco - menina sarada
Porqueou - Vomitou, bebeu de mais
De rocha - Papo sério ou de verdade
Chegado - Amigo
Colado - Mais que amigo
Nangive - Vadia
Kula - Viado
Papo estranho - Conversa de gay
Careta - Cigarro
Véi - "Meu" Ex: E ai Véi como e que vão as coisas ?
Paia pra caralho - Algo que não preste 
Baú - ônibus
Pega o beco - Sair fora ou ir embora
Meter os ganho - Fazer um assalto
Ferrado - Armado
Larica - Fome
Fulerage - Tá de sacanagem ou algo que não preste
Grilado - Preucupado
Lombrado - Doidão
Vela - Um Beck tamanho GG
Os cana - Policia
Bacana - Playboy
Pera - Viado
Serrote - Quem pede cigarro
Num embarrera não - Não entrar numas
Peba - Roçeiro
Curti um peso - Ouvir um rap
Negode - Pagode bem ruim
Dona - Namorada
Ir nas primas - Ir ao puteiro
Birita - Bebida
Gel - Cerveja
Frevo - Festa
Filé - Gatinha
Prego - Mané ou otário
Pelada - Jogo de Futebol
Carreta - Carro
Zero Bala - Bem conservado
Camelo - Bicicleta
Esparro - Coisa exagerada
Boca - Lugar onde se vende drogas 
Couro de rato - Nota de R$ , 'um real'
Cabaço - Virgem
Barão - Quem comanda a boca
Biroba - Viado, Gay
Bodinho - Playboy
Bola gato ou Boquete - Chupar um Pénis
Brau - Cigarro de maconha
Bucho de lama - Pessoa barriguda
Cachanga - Casa
Cair na pilha - Acreditar em alguma mentira
Cantar de galo - Querer comandar os agitos
Cantar pra subir - Ir embora
Capa o gato - Ir ou Mandar alguém embora
Carranca - Mulher feia
Casinha - Enganar alguém para poder rouba - la ou Mata - la
Descer a lenha - Brigar com alguém
Dar um balão - Pegar alguma coisa emprestada e não devolver
Deu bolo - Não foi ao lugar que marcou com alguém
Dar o bote - Pegar alguém em flagrante ou roubar alguém
Perdido - dispistar alguérm
Dindin - Dinheiro
O ouro ou Veneno - Alguma coisa boa
Lenda - Mentira
Escarro - Tirar alguém de tempo, ou não querer alguém por perto
Peganínguem - Pessoa que não consegue ficar com ninguém
Ficar nas manha - Ficar quieto
Filé - Mulher bonita
Fruta - Viado,Gay
Grog ou Mamado - Bêbado
K.Ô - Mentira
Mala - Alguém metido a bandido ou ladrão
Se Amarrar em alguém - Gostar de alguém
Na moita ou Nas mocó - Escondido
Não botar fé - Não acreditar
Tora - Pessoa forte
Pagar sapo - Discutir com alguém
Pagar vecha - Passar vergonha
Picado - Um só cigarro
Saca - Entendeu !
Sarta de banda - O mesmo que 'some daqui'
Si ligar - Ficar esperto
Catiando - Negar alguma coisa
Tá de chico - Mestruada
Inflamado - Tá cheio
Ter as moral - Ter coragem
Tira onda - Chamar a atenção
De cara - Não estar doidão ou se surpreender com algo
Tora rego - Quem usa calsa apertada
Trocar Idéia - Converçar com alguém
Zuar - Bagunçar
Mexer um rolo - trocar alguma coisa
Chepala - Chevete com motor de opala
LP - Lança perfume
Pisante - tênis
Bobo - Relógio
Peita - Camisa
Cabreiro ou Grilado - Com medo
Rato - Esperto
Mão leve - Ladrão , faz pequenos furtos com rapidez e facilidade
Quebrar a corrente - Vaciliação

OUTRAS GIRIAS do RIO DE JANEIRO (1965)

Amigo da onça – Traidor - Aquele que é falso
Amigo urso – o falso amigo
Apagar – dormir;
Apelar para a ignorância – diz-se daquele que, não tendo razão, passa ao sofisma ou a vias de fato
Ás pampas – o mesmo que pamparra
Atochar – enfiar
Atrasar – dificultar

Babalaô – a pessoa mais importante do lugar
Bacana – alinhado, fino, de boa aparência
Bagulho – mulher feia
Bagunçar o coreto – acabar com a festa
Baianada – ato de prejudicar o próximo
Balzaca – mulher de mais de 30 anos
Banqueiro – sujeito metido a botar banca
Baratinado –camarada que age impensadamente
Barbada – coisa fácil
Barra limpa – caminho livre
Barra suja – caminho dificultado
Beleléu - diz-se da pessoa que morreu
Bicharoca – bicha
Blábláblá - conversa fiada
Boa - mulher bonita
Boazuda – mais que boa
Boca de siri –segredo
Bonérrima – mais que boazuda
Bossa – maneira de fazer uma coisa com desembaraço inusitado
Bronca – repreensão
Broto – mulher ainda jovem
Bruxa – azar
Buraco do pano – bolso

Cala a boca – suborno
Cantada – procurar convencer
Cara de pau – cínico
Certinha – mulher bonita , de físico excepcional
Chanchada – tudo que é feito sem critério
Chapa – amigo
Cheio de truque – pessoa maneirosa
Chute – mentira
Cobra – exímio em alguma coisa
Come-quieto – pessoa discreta
Curriola – sujeitos da mesma turma

Dar a pala – mostrar o jogo, revelar o segredo, pôr a par
Dar no pé – fugir
Dar o flaga – flagrante
Dar o gelo – isolar
Dar uma esticada – permanecer em noite de boemia por tempo indefinido, trocando de bar. (Gíria mais usada pelos grã-fino, que a criaram, do que pela malandragem).
Dedo duro – delator
Desmunhecar – diz-se dos trejeitos do efeminado
Dica – indicação
Dormir de touca – deixar-se enganar
Duro – sem dinheiro

Encher a cara – beber demais
Enfiar a mão – dar bofetão
Engrossar – tornar-se inconveniente
Enrolado – sujeito indeciso
Enrolão – mais do que enrolado
Entornar beber demais
Entrar numa fria – ver-se em dificuldade
Escornado – cansado
Esculachar – repreender
Espiroqueta – maluquinho

Facão – velha feia
Faixa –amigo dileto com que se pode contar
Fazer media – cativar
figura difícil – pessoa complicada
Fogo na roupa – situação embaraçosa
Frango – efeminado
Fofoca - intriga
Folga – abuso
Fuleiro - ordinário
Fuxico – o mesmo que fofoca

Ganhar no grito – vencer ou convencer à base da ignorância
Gaturama – gatuno
Gente bem - pessoa que frequenta rodas elegantes
Golpe – vantagem
Gostosa – o mesmo que boa
Gostosão – homem metido a conquistador
Grosso – individuo dado a grossuras
Gruja – gorjeta, propina

Idéia de jerico – expressão que designa aquele que está com maus ensamentos
Igui – ignorância
Invocado – aquele que cismou com algo ou alguém.

Jabaculê – negociata

Lalau – ladrão
Lambança – serviço malfeito
Lambão – o que faz lambança
Lanterna – último, derradeiro
Largar brasa – reagir de forma intempestiva
Legal – bom, bonito
Lixo – superlativo, algo acima do esperado
Lona – estar sem nada
Lourinha – cerveja branca

Maloca – barracão
Mancar –cometer mancada
Mandar brasa – tomar uma atitude sem medir as conseqüências
Mandraque – esquisito, efeminado, anormal
Manerar – ir com cuidado
Mão de gato – furto
Marmita – jabaculê
Meter a ronca – falar mal
Micharia – de pouca monta
Milico – militar, em sentido pejorativo
Mocorongo – individuo sem importância
Morar no assunto – entender
Mulata – cerveja preta
Mumunha – jeito, predicados, facetas

Na maciota – fazer uma coisa sub-reptíciamente
Não dar pé – Expressão usada para definir coisa difícil
Não dar pelota – não se preocupar
Nota alta – dinheiro grosso

Onda – caso criado para perturbar o ambiente
Onda careca – intriga inconseqüente
Otário – bobo, cretino, idiota

Pagode – farra de proporções orientais
Pamparra – muito, abundante
Parada – pessoa difícil de ser vencida em briga
Parangolé – o mesmo que pagode
Parrudo – forte
Pato – o mesmo que otário
Pé de boi – sujeito teimoso, pessoa que se dedica ao trabalho com inusitado afinco
Pereba – sujeito indesejável
Perereca – vagina
Pichar – falar mal, depreciar
Pifa- bebedeira
Pifar – enguiçar
Pilantra – vagabundo
Podre de chique - elegantíssimo
Por fora – desentendido
Puxar – fumar maconha

Qualé o pó – interrogativa para se saber op que há de novo
Que é que há com teu peru – expressão jocosa para se saber qual é a novidade em relaão `pessoa a quem se dirige a pergunta
Quebrar o galho – resolver o problema

Ragu - comida
Retranca – recolher-se ao silêncio e aguardar os acontecimentos
Rosetar – folgar , brincar
Roxinha – mulher peta graciosa

Sacana – individuo sem caráter
Safo – vivo, sabido
Salafra - salafrário
Sapear – o mesmo que peruar
Sonado – sonolento
Suruba – bacanal

Ticotico – dinheiro miúdo
Tirar de letra – livrar-se de uma dificuldade
Torrar - o mesmo eu chatear
Tremendão – sujeito de capacidade impressionante para determinada coisa
Tutu – dinheiro

Umas e outras – qualquer espécie de bebida
Urso – pessoa que não se pode confiar.
Urubuservar – observar com má intenção.

Vai da valsa – de qualquer jeito
Veneno – segredo que se confia a uma pessoa , com intenção de prejudicar outra
Vida mansa – vagabundo
Vigarice – roubalheira
Vira e mexe – à toda hora
Viração – arranjar dinheiro
Vivaldino – vivo, esperto
Vou te contar – expressão que dá tintas a uma coisa inenarrável, deixando em suspenso algo extraordinário

Xaveco – problema, dificuldade
Xepa – partido, vantagem, usufruir alguma coisa
Xereta – intrigante
Ximbica – carro velho

Zinha – mulher ordinária
Ziriguidum – onomatopéia usada pelos sambistas , nos breques de samba
Zumbi – maconhado

GÍRIA E JARGÃO DO CAPIXABA

» Capixaba não fala OTÁRIO, fala "BESTALHADO"

» Capixaba não fala VIADO, fala "PEIXE TOBA"

» Capixaba não fala ARROZ, fala "ARROIZ"

» Capixaba não ESTOURA a bola; ele "POCA"

» Capixaba não vê LAGARTIXA; vê "TARUÍRA"

» Capixaba não DESEMBARCA DO ÔNIBUS; "SALTA"

» Capixaba não SE ESPANTA; fala "IÁ!"

» Capixaba não liga o PISCA; "DÁ SETA"

» Capixaba não para no SEMÁFORO; para no "SINAL"

» Capixaba não come PÃO FRANCÊS; come "PÃO DE SAL"

» Capixaba não usa ESPONJA; usa "BUCHA"

» Capixaba não acha SEM GRAÇA; acha "PALHA"

» Capixaba não sente AGONIA; sente "GASTURA"

» Capixaba não acha LEGAL; acha "MASSA"

» Capixaba não se STRESSA; fica "INJURIADU"

» Capixaba não acha sem AÇÚCAR; acha sem "DOCE"

» Para o Capixaba, tudo que é GRANDE, tb é "CHAPOCA" ou "CEPA"

Capixaba chama as pessoas de CARA, os mais chegados de BROTHER ou PÊXE, e os menos chegados de... CHEGADOS mesmo.

CAPIXABA não é quem nasce no Espírito Santo, é quem nasce em Vitória, mas todo espirito-santense é CAPIXABA.

FONTE: INTERNET e Pesquisa do Autor.


Mande seu e-mail:

VOLTAR

PARA A PÁGINA PRINCIPAL


Copyright © 2004 / 2010 - All Rights Reserved: CJBS

  NOTÍCIAS        FUTEBOL         CARNAVAL       DICAS DE SEGURANÇA       FAÇA ESTÁGIO       TROVAS & TROVADORES