CLÉRIO'S HOME PAGE
CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT´ANNA                                             VOLTAR

As Praias de Norte a Sul do Espírito Santo



CIDADE DE PIÚMA
Espírito Santo, Brasil
O Melhor Carnaval do Sul do Estado

    Apesar de ser um dos menores municípios capixabas, com uma área de 73,86 Km2, Piúma está em pleno desenvolvimento. Segundo os dados do último censo realizado pelo IBGE, Piúma é, depois de Vila Velha, o maior município em crescimento demográfico do Espírito Santo. Esse crescimento, justifica-se hoje, pelo enorme fluxo populacional migratório vindos de diversas regiões do país, sobretudo meiros e cariocas, que vêem no município a esperança de melhorias individuais.
O município tem como principal fonte de renda – o TURISMO. No verão, a cidade é palco de um fluxo migratório que atinge cerca de 500 mil turistas, 300 mil apenas no Carnaval. O turismo tem levado Piúma aos noticiários, e seu Carnaval é considerado um dos melhores do Estado. A pesca, o artesanato de conchas (que chaga a ser exportado para países da América do Sul, Estados Unidos e Europa) são outras fontes de renda que crescem espantosamente a cada ano.


Texto do Livro "História da Serra", de Clério José Borges

Praias de Jacaraípe, Manguinhos, Bicanga, Carapebus e Nova Almeida

O Brasil possui cerca de 7.367 quilômetros de costa, do cabo Orange no Amapá, ao arroio Chuí, no Rio Grande do Sul. São aproximadamente 1.574 praias, sendo destas inúmeras do Espírito Santo e dentre as mais bonitas estão as praias da Serra.

O litoral da Serra possui 23 quilômetros de extensão, sendo o limite norte em Nova Almeida, na divisa com o município de Fundão e o Limite sul em Carapebus, na divisa com Vitória

PRAIAS DA SERRA

O litoral da Serra possui belas paisagens litorâneas e se inicia no extremo sul, onde se encontram as áreas privativas da CST – Companhia Siderúrgica de Tubarão e da CVRD – Companhia Vale do Rio Doce, com os Portos de Tubarão e Praia Mole.

Atualmente ocupada pela Companhia Vale do Rio Doce que instalou no local o Porto de Praia Mole. Excelente região para a prática de Surf. No local área de restinga e formações rochosas.

2 – Carapebus:

Possui como principal atração uma faixa de areia que separa a lagoa do mar. Trata-se de um espetáculo de rara beleza. Os freqüentadores podem optar por banhos de água doce e salgada. Possui quiosques, bares e restaurantes.

Forma uma enseada, com águas verdes e areia grossa e amarela. Poucas ondas. Cercada por casuarinas e casas de veraneio. Excelente para banho e pesca.

O destaque em Carapebus no Verão de 2000 era o quiosque do Dedé.

3 – Balneário de Carapebus:

Trata-se de um balneário típico de pescadores, com uma área de 1,5 quilômetros de areia grossa, com formações areníticas e de corais ao sul e águas claras e mornas. Na região existe área de preservação ambiental. A região é separada da praia de Carapebus pela lagoa ali existente. Apresenta alto crescimento urbano e sua praia já conta com quiosques e bares.

4 – Bicanga:

Trata-se de uma praia de águas calmas. Nos últimos anos passou a ser bastante freqüentada pela instalação no local de infra-estrutura de apoio ao visitante.

Boa para a pesca de arrastão. Com pequena infra-estrutura, mas atrai pelo isolamento. Tem ondas fracas e areia clara. É muito procurada para piqueniques.

No Verão de 2000 funcionavam em Bicanga  19 quiosques e os principais eram:  Rodolfo; Artes Minas; Solde Verão; Amor de Verão; Pakera do Sol; Muniz Freire; Beira Mar; Castanheiras; Recanto do Niltinho; Tia Maria; Trampolim; Vizinho; Capetão; Q Nome e Renascer.

5 – Balneário de Manguinhos:

O Balneário de Manguinhos conta com  ótima infra-estrutura de pousadas, restaurantes e bares.

A praia de Manguinhos sempre esteve associada a paz e tranqüilidade. Possui águas calmas com ruas pacatas. Muita natureza, muito mar e muita vegetação. O local é próprio para quem pretende fugir da agitação das grande cidades. Existem formações areníticas e de corais em alguns locais, mas que não prejudicam a beleza e a tranqüilidade do local. A comunidade preserva a região como se fosse uma vila de pescadores. Manguinhos oferece o que há de melhor em  peixe, sendo praia que nos últimos anos é a preferida de intelectuais e recanto seguro para as tartarugas marinhas que desovam em suas praias.

Tem ondas fracas, areia clara e fofa. Os moradores tentam conter a destruição da estreita faixa de restinga no lado sul da praia. Tem quiosques, restaurantes e bares.

No verão do ano 2000 eram 22 quiosques padronizados ao longo da praia de Manguinhos:

Nativa; Tião; Ponto de Encontro; Tubarão; Maria Mariana; Tia Maria; Moita; Caprichosa; Vizinho; Marvila; Meia Lua; Mineiro; Jajá; Akikinoisfica; Marizia; Mosca; Entre Amigos; Sol de Verão; Cabana da Tetê; Pancas; Xodó do Tião e Recanto do Pedrinho.

Em  Manguinhos estão as praias da Ponta dos Fachos, agreste e onde acontece a desova de Tartarugas; praia da Baleia; Chalerinha, com pequenas piscinas térmicas naturais nas pedras; Surfistas e Enseada na orla central do bairro.

  6 – Praia da Baleia (Entre Manguinhos e Jacaraípe):

Recebe o nome de Baleia por ter sido visto no local um filhote de baleia. A praia é uma ligação entre Manguinhos e Jacaraípe, destacando-se pela tranqüilidade e águas calmas. Como todas as praias da região existem no local formações areníticas e de corais. A praia de Baleia é boa para a pesca: camarão, sardinha, pescada e robalo.

7 - Irema:

Liga o balneário de Jacaraípe ao de Manguinhos, logo depois da praia da Baleia. Reta, com estreita faixa de areia, acompanha a Rodovia ES-010. Em Irema existe uma Colônia de férias. Irema na língua Tupi significa “rio fedorento”.

8 – Balneário de Jacaraípe:

É o principal balneário da Serra. É uma praia moderna, totalmente urbanizada, com bares e quiosques à beira mar. É palco de importantes campeonatos de diversas modalidades esportivas. Há um mercado e um local, na foz do rio Jacaraípe, onde se encontra muitos peixes frescos. Um dos destaques é a praça Encontro das Águas, com sua ponte sobre o canal, com parques infantis, half para skate e patins, atracadouro de barcos e palco.

Concorrida no verão e muito procurada por surfistas. Tem ondas fortes em certos trechos e pode ser perigosa próximo à desembocadura do rio Jacaraípe. Neste local o banho não é aconselhável. Ganhou o contorno de calçadões em seus 6 km de extensão perdendo o antigo ar selvagem. Tem pousadas, hotéis, restaurantes e casas de veraneio.

Em Jacaraípe no verão de 2000 existiam 112 quiosques. Os principais eram: São Francisco; Point do Saréu; Águas do Mar; Reencontro; Praia Sol; Birité-Rei do Kibe; Mineirão; Marinheiro Popaye; Sol e Lua; Barramares; Altas Ondas; Mar e Cia; Minas Gerais; Thiagus Burgues; Cavatti; Estrela do Mar; Recanto das Castanheiras; Geladinha; Paraíso dos Corais; Dona Flor; Atlântico; Tropical; Ponto de Encontro; Cabeção; Piê e do Mauro.

9 – Praia do Barrote e Solemar (Jacaraípe):

Faz parte do balneário de Jacaraípe, destacando-se pelas atividades exercidas pelos surfistas. Em suas ondas a grande concentração dos adeptos do Surf e bodyboard. São chamadas de praias dos Surfistas.

10 – Praia de Capuba:

Trata-se de uma pequena praia, localizada ao final do balneário de Jacaraípe, no sentido norte, onde estão situados os últimos quiosques da área urbanizada da orla de Jacaraípe. Região de muita tranqüilidade e águas calmas.

Distante do centro de Nova Almeida, tem recifes, ondas fortes e areia clara. Extensão: 5 km

11 – Praia de Costa Bela:

Uma pequena praia tranqüila muito usada pelos moradores do bairro Costa Bela e de bairros  próximos. Fica entre o balneário de Jacaraípe e Nova Almeida.

12 – Balneário de Nova Almeida:

Possui praias de águas calmas. O balneário está bem moderno com uma área de lazer devidamente urbanizada com quiosques, campo de futebol e quadra esportivas. O local é mais calmo do que Jacaraípe e suas águas do mar sem poluição. Há um mercado especializado na venda de peixe fresco. Localiza-se ao extremo norte do litoral serrano. De uma colina onde situa-se a histórica Igreja dos Reis Magos, o visitante desfruta de uma visão panorâmica da foz do rio Reis Magos; do extenso manguezal na região da ponte velha; da praia Grande, localizada já no Município de Fundão e do mar.

No Verão de 2000 os principais quiosques eram: Amarelinhos; Só na Telha e Komilão Lanches.

13 – Barreiras (Nova Almeida):

Tem ondas fracas e areia grossa. É possível caminhar dezenas de metros mar adento com água pela cintura. Tem casas de veraneio, hotéis e restaurantes.

A praia de Carapebus é vizinha de uma das maiores siderúrgicas da América Latina que é a Companhia  Siderúrgica de Tubarão, a CST. Mesmo assim é uma praia tranqüila. Parece uma vila com poucas casas, pequeno comércio e vegetação nativa com uma impressionante lagoa circundada por árvores. Devido a lagoa, o Turista possui as opções entre a água salgada do mar e a doce dos rios. É muito freqüentada por mineiros devido a Colônia de Férias da Polícia Militar de Minas Gerais que ali está situada.

Carapebus está localizada a uma distância de 17 km de Vitória e 11 km da sede da Serra. BICANGA

A praia de Bicanga é uma praia com bela paisagem. Conta também com uma pequena lagoa e vasta vegetação rasteira preservada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente, o IBAMA. É muito freqüentada por mineiros e capixabas do interior do Estado.

Bicanga está a 15 km de Vitória.

A sede  da Serra localiza-se a 12 quilômetros do litoral.


VOLTAR

PARA A PÁGINA PRINCIPAL


Copyright © 2003 / 2010 - All Rights Reserved: CJBS



Copyright © 2003 / 2010 - All Rights Reserved: CJBS